Home / Blogs / Candido Rodrigues / Estatuto Titulares de Cargos Políticos: Deputado do MpD nos EUA pede um “outsourcing” da classe política

Estatuto Titulares de Cargos Políticos: Deputado do MpD nos EUA pede um “outsourcing” da classe política


praiaCândido Rodrigues, deputado nacional do Movimento para a Democracia eleito pelo círculo eleitoral Américas, pede mais qualidade para preencher os lugares de Presidente da República, Primeiro-ministro e deputados de nação. Este desabafo do ex-coordenador ventoinha, que agora pertence à ala de dissidentes do MpD nos EUA, surge na sequência da aprovação do novo Estatuto dos Titulares dos Cargos Políticos.

Candido Rodrigues

Candido Rodrigues

Cândido Rodrigues começa por dizer que sempre pensou que a política, sobretudo a “alta política”, fosse uma questão de vocação. Mas descobriu agora que se enganou profundamente ao ver a proposta do novo Estatuto dos Políticos aprovada no Parlamento esta semana. “Vergonhosa, e sobretudo um sinal claro de que vivemos num país de pouca vergonha. Pensei também que a política era o chamamento interior em prol da pátria, com direitos a sacríficios e tudo, pois servir o seu povo é diferente de servir-se a si próprio.Também enganei-me profundamente, e vejo altos dignatários do meu pobre País a fingirem que afinal não estão interessados em falar deste assunto porque é um mal menor”.

Perante esta situação, este eleito nacional questiona se não é altura de recorrer ao “outsourcing” para preencher os lugares de Presidente da República, Primeiro-ministro, deputados e outros altos cargos políticos no país. “Se tenho que pagar mais, então quero ter garantia de qualidade! Realmente, o que é bom deve-se pagar caro mas este conceito não se aplica à nossa classe política porque não defende o povo. Temos corruptos, vigaristas e sobretudo pessoas que vêm de uma grande miséria e que sai da política com uma grande fortuna”, afirma.

Cândido Rodrigues mostra-se agastado e defende que o povo de Cabo Verde precisa abrir os olhos. “Isso foi sem margens para dúvida a maior afronta contra este povo pobre e miserável. Temos professores em manifestações diárias, médicos mal pagos, polícias sem recursos e com um salário de miséria, uma função pública que recebe uma merenda e um parlamento que aprova uma proposta vergonhosa para a classe política”.

Sem deixar margens para qualquer especulação, este eleito nacional diz estar indignado, sentir-se envergonhado e afirma que precisa pensar bem se vale a pena continuar metido nisso. “Agora entendo as guerrilhas das listas e os interesses instalados. Uma vergonha”, conclui.

-asemana

Manifestação na Praia contra aumento de salários e regalias aos titulares de cargos políticos

Presidente da República garante que fará apreciação assim que tiver o diploma em mão

Facebook Comments
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: