Home / News / A Matress Makers emprega uma quinzena de trabalhadores, a maioria dos quais caboverdianos.

A Matress Makers emprega uma quinzena de trabalhadores, a maioria dos quais caboverdianos.


Ontem visitei, pela primeira vez, a Matress Makers of New England de David Teixeira. Uma fábrica que confeciona centenas de colchões de alta qualidade e distribuídos pelas mais conhecidas lojas da especialidade.

valdir alvesA Matress Makers emprega uma quinzena de trabalhadores, a maioria dos quais caboverdianos.
David Teixeira que já frequentou uma academia de polícia por 5 meses e estudou a mecânica, deixou-se apaixonar pelo fabrico de colchões nessa companhia então de um americano, aonde entrou em 1984, até passar a ser o dono da mesma a partir de 2007.
Apresenta colchões cuja patente vai registar, pois tratando-se da especialidade da casa. Fabrica ainda colchões reclináveis com controlo remoto e outros que são aquecidos à distância e pelo uso de um telemóvel, estabilizando a aclimatização de toda a moradia.
O fabrico dos colchões obedece, rigorosamente, a uma lei recentemente aprovada em que os mesmos devem ser forrados com um material resistente ao incêndio. Explicando melhor. O colchão resiste a um incêndio ainda meia hora depois de o fogo propagar numa moradia. Isto constitui uma medida preventiva, sobretudo, para quem fuma na cama.
David Teixeira é um exemplo de superação de alguém que perdeu a mãe aos 5 anos de idade e, mais tarde, o pai quando ainda estava em tenra idade.
Fora da sua àrea profissional, é uma pessoa tranquila, extremamente modesta que não faz o uso do seu estatuto de um empresário cuja companhia apresenta o nível que pude constatar hoje e que, francamente, deixou-me impressionado.
David Teixeira que chegou à terra do Tio Sam em 1979, está actualmente bem integrado na política americana, onde aparece como o braço direito do actual Mayor de Brockton Bill Carpenter cuja campanha apoiou.
Como um dos fundadores da Associação Ajudar a Ajudar e que foi reconhecido na última edição dos CVMA, discretamente, tem feito um grande trabalho de angariação de fundos a favor dos desalojados de Chã das Caldeiras. Fê-lo como um cidadão consciente e integrando o espírito do tal “governo”a que me refiro com frequência, para socorrer o povo daqueles dois povoados engolidos pelas lavas.
Aderindo-se a organizações como Ajudar a Ajudar, Our Children Our Future, Criolas Contra o Cancer, integrou a recém-criada organização denominada United for Fogo que angariou mais de 30 mil dólares a favor desta causa nobre. Só à Atlantic Shipping foram pagos cerca de 12 mil dólares para o envio de três grades com material diverso. Igualmente foi já enviada uma certa quantia em dinheiro para o Padre Egídio nos Mosteiros e a Cruz Vermelha no Fogo.
Junto de uma companhia de ambulância, a Brewster Ambulance, conseguiram uma ambulância devidamente apetrechada, e uma segunda está na expectativa, para ser enviada para a ilha do vulcão.
Parabéns a mais esta iniciativa de um empresário caboverdiano.

PS.
Estes donativos serão entregues, em Abril, por ocasião da “Semana de Merca na Djarfogo”, num actoi supervisionado por elementos da United for Fogo, maiseste “governo caboverdiano”, da diáspora solidário com o povo de Cabo Verde.” Kó dexa tudo só pa Stadu Faze”, Norberto Tavares. “Pergunta bu terra kuza bu pode faze pa el” John Kennedy. Tudo isto sem politiquices baratas!!!

 

Valdir Alves

https://www.youtube.com/user/CaboVideoUSA/videos

 

 

Facebook Comments
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: