Home / CVMA / A lista dos Vencedores dos CVMA 2015

A lista dos Vencedores dos CVMA 2015


A lista dos Vencedores dos CVMA 2015:

O Prémio Carreira dos CVMA 2015 foi para o grupo Cabo Verde Show. O grupo que actuou ao vivo na Gala, fez os presentes levantar os pés do chão, num momento mítico em palco.

Melhor Funaná
TEMA                                               INTÉRPRETE                        DISCO
Djam Bira Fino                                  Lejemea                                 Nha Midjor

https://www.youtube.com/watch?v=wsz5uutNut0

 

Melhor Morna

TEMA                          INTÉRPRETE               DISCO
Marlene Lebâ’n ku bo     Gardénia Benros         Lembrando Silvestre Faria
https://www.youtube.com/watch?v=-shXwyiWodk

 

Melhor Coladeira
TEMA                          INTÉRPRETE                 DISCO
Nha Tofé                      Jorge Sena                 Sena d’Oru

https://www.youtube.com/watch?v=75H9RE0nMYM

 

Melhor Kizomba

TEMA                           INTÉRPRETE                                     DISCO
Poderosa                      Djodje feat. Dynamo                              Single

https://www.youtube.com/watch?v=AjfejT2DrJo

 

Melhor Música Tradicional Caboverdiana

TEMA                              INTÉRPRETE                 DISCO

Sakutan                             Rui Cruz                     Pano Terra

https://www.youtube.com/watch?v=n7Y1lwOikoA

 

Melhor Hip hop

TEMA                           INTÉRPRETE                                 DISCO
Toni                               Elji feat Zeca di Nha Reinalda       Raçamau

https://www.youtube.com/watch?v=IevYpWm2eZs

 

Melhor Música Urbana

TEMA                                INTÉRPRETE                              DISCO
Terra Sabe                           Loony Johnson                          Single

https://www.youtube.com/watch?v=kxE2m8mi2w0

 

Melhor Música Electrónica

TEMA                          INTÉRPRETE                                                       DISCO

Lenha na Lume           DJ Franklin Rodriques & Andy Callister                Single

feat William Araujo

https://www.youtube.com/watch?v=ULx3h64f_c8

 

Música Popular do Ano

TEMA                     INTÉRPRETE                                        DISCO

Djam Bira Fino        Lejemea                                                    Nha Midjor

https://www.youtube.com/watch?v=wsz5uutNut0

 

Disco do Ano

Voz di Vozis     Rapaz 100 Juiz

https://www.youtube.com/watch?v=drHCTZTJgeo

 

Melhor Intérprete Masculino

INTÉRPRETE     DISCO

Dynamo               One

https://www.youtube.com/watch?v=wNlIBjs4s8w

 

Melhor Intérprete Feminino

INTÉRPRETE            DISCO

Jenifer Solidade         Largam da Mon (single)

https://www.youtube.com/watch?v=hJ-0F_KHLf8

 

Melhor em Palco

Djodje

Melhor Produtor Musical

Vaiss Dias – Panu di Terra de Rui Cruz

 

Revelação

INTÉRPRETE           DISCO

Elida Almeida        M’ta konsigui

https://www.youtube.com/watch?v=pNHHp0UgBQ4

 

Melhor Videoclip

Toni                             Elji feat Zeca di Nha Reinalda

https://www.youtube.com/watch?v=Zf1KSgH3GCM

 

Melhor composição inédita

TEMA                          INTÉRPRETE

Mama Africa                 Elaine Silva

https://www.youtube.com/watch?v=wmvm6DphdBg

 

Melhor DJ

Motafied Beatz

https://www.youtube.com/watch?v=87NSm5GE0sk

 

Melhor Animador Comunicação Social

Djosinha                    WFJ FM Massachusetts

 

 

CVMA 2015:  Elji, Lejemea e Djodje foram reis na noite dos CVMA

O “Toni” de Elji venceu na categoria de Melhor Videoclip. O rapper agradeceu à sua ilha de origem, Boa Vista, e em especial ao fã que inspirou esta música e que veio com ele para a Gala. “Djan bira Fino” de Lejemea venceu o prémio de Melhor Funaná. Apesar de não estar presente na Gala, Djodje recebeu não uma mas duas distinções – Melhor Kizomba e Melhor Artista em Palco.

CVMA2015

A quinta Gala dos Cabo Verde Music Awards começou por volta das 21 horas com o habitual desfile na passadeira vermelha. Como é habitual, várias foram as personalidades que passaram pelo certame.

A gala que atribui os prémios da música cabo-verdiana teve o seu arranque pela mão e voz dos apresentadores de serviço – Vânia Oliveira, vestida pela designer Alzerina, e Laurindo Vieira. Sem mais demoras foi entregue o prémio de “Melhor Animador de Comunicação Social” ao Djosinha, ex-elemento do mítico grupo Voz de Cabo Verde, e que trabalha na WFJ FM Massachusetts, nos EUA.

Eneida Marta abriu a lista da actuações da noite que prometia ser longa. A cantora da Guiné-Bissau que tem uma costela de Cabo Verde, actuou acompanhada pelo também músico de origem guineense Remna Schwarz e trouxe ritmos tipicamente africanos ao palco da Gala.

Um dos artistas mais nomeados da Gala, Jorge Sena, venceu o prémio de “Melhor Coladeira” com o tema “Nha Tofé” e agradeceu a várias pessoas inclusive à ilha de Fogo e a Chã das Caldeiras.

Vaiss Dias venceu o prémio de “Melhor Produtor Musical” com o disco “Pano Terra” de Rui Cruz. O músico foi parco nas palavras mas agradeceu aos pais.

Nomeado em duas categorias, Mito Kas Kas, actuou com o tema “Tcheru Maleta” e brincou com os presentes ao afirmar que hoje muitos dos trajes da Gala tinham “tcheru maleta”.

E Elji voltou a vencer com a música “Toni” desta vez na categoria de “Melhor Hip-Hop”. O cantor subiu ao palco acompanhado do fã que inspirou o tema.

A música “Lume de Lenha” do DJ Franklin Rodriques feat. William Araújo venceu na categoria de Música Electrónica.

Stewart Sukuma trouxe a música de outro representante dos PALOP para os CVMA – Moçambique. “Estão preparados para dançar marrabenta?”, brincou o músico.

E o prémio de “Melhor Música Tradicional” foi para o tema “Sakutan” de Rui Cruz. O músico dedicou o prémio à família. “Música é o sentido da nossa vida”, afirmou.

“Terra Sabe” de Loony Johnson é a “Melhor Música Urbana” desta edição. O cantor agradeceu a todos que o acompanham nesta caminhada e salientou que este prémio vem com um ano de atraso.

O SAPO Award foi para os Rapaz 100 Juiz, que foram os mais votados online no SAPO Muzika. Confessando que não estava à espera de receber esta distinção, a dupla presente agradeceu aos utilizadores por votarem no seu grupo.

Depois chegou a vez do zouk das Antilhas ser entoado no pavilhão da FIC. Com “Ali&Marisa”, os intérpretes Angel e Marisa lado a lado cantaram o seu tema.

A seguir a um breve intervalo, foi a vez de Lejemea e as suas balarinas brindarem o público com o funaná candidato a Música do Ano – “Djan bira fino”.

E a “Melhor Kizomba” do Ano foi para a música “Poderosa” de DJodje feat Dynamo. O artista residente em Portugal não pode estar presente no evento.

“Djan bira Fino”de Lejemea venceu o prémio de Melhor Funaná. Visivelmente emocionado, faltaram-lhe palavras para agradecer a todos. Lejemea afirmou que 2014 foi um grande ano na sua carreira e também na vida pessoal. Mal sabia ainda o artista que viria a ganhar o prémio de Música do Ano.

O kizomba entrou em palco pela voz da angolana Bruna Tatiana. Quem também mostrou os seus dotes de dançarina e de cantora em palco foi a apresentadora Vânia Oliveira.

A morna da Brava “Marlene Lebâ’n ku bo”, na voz Gardénia Benros foi a vencedora na categoria de Melhor Morna. A cantora não pode estar presente mas o filho do poeta Silvestre Faria, autor da música, recebeu o prémio e referiu que o tema foi composto há 69 anos.

Esta Gala foi também a despedida para Teté Alhinho, presidente do Júri dos CVMA, que agradeceu a oportunidade de participar neste evento durante três edições.

DJ Pensador que entregou o prémio na categoria de Melhor DJ pediu um aplauso em pé para os DJs de todo o mundo. E foram os Motafied Beatz os grandes vencedores nesta categoria.

Seguiu-se mais um momento musical, com Dynamo a cantar o tema “Princesa” — a solo, mas apoiado pelos fãs.

Mais um apresentador subiu ao palco: Big Boss da televisão STV de Moçambique juntou-se a Vânia Oliveira.

Os CVMA, a Unitel T+ e a Associação Ajudar a Ajudar, fundada por cabo-verdianos em 2012 nos EUA, juntaram-se este ano para apoiar a população de Chã das Caldeiras. O Presidente da Cruz Vermelha de Cabo Verde recebeu um cheque correspondente a uma parte das receitas arrecadadas na Gala.

Gilyto Semedo também subiu ao palco para cantar e dançar…o funaná. E para surpresa de muitos, o cantor e anfitrião do evento apresentou também ao público o seu mais recente tema: “Peace and Love”.

A seguir a um breve intervalo, aconteceu mais um momento musical, desta vez com o português Luís Represas que cantou o tema “Feiticeira”.

A cantora de origem cabo-verdiana Elaine da Silva venceu na categoria de” Melhor Composição Inédita” com o tema “Mama África” e não conteve a emoção na hora de agradecer o prémio.

Sob uma grande ovação, Élida Almeida recebeu o prémio de “Artista Revelação” bem como uma viagem oferecida pela companhia aérea TACV. “Santa Cruz, keli é pa nhos”, afirmou Élida com emoção.

Também sob um forte aplauso, Dynamo recebeu o troféu de “Melhor Intérprete Masculino” do Ano. O cantor parecia não acreditar ter vencido nesta categoria. Quando recuperou a fala, dedicou o prémio aos pais e amigos que o acompanharam ao longo da carreira e também à ilha do Sal de onde é natural.

E o grupo de Assomada, Rapaz 100 Juiz, levou para casa mais um prémio – Disco do Ano com o álbum “Voz di Vozis”. PnC lembrou todos os artistas que se dedicam ao hip-hop em Cabo Verde e no final pediu um aplauso para a cantora Isa Pereira.

Cabo Verde e Portugal juntaram-se em palco nas vozes de Lura e Luís Represas que interpretaram o aguardado dueto surpresa da noite.

Já Jenifer Solidade foi considerada a Melhor Intérprete Feminina do ano. “Obrigada a todos que me apoiaram, inclusive ao ministro da Cultura que me ofereceu a minha primeira guitarra”, afirmou com um sorriso emocionado.

O Prémio Carreira dos CVMA 2015 foi para o grupo Cabo Verde Show, “uma referência de toda uma geração”, segundo o primeiro-ministro, José Maria Neves. O grupo que actuou ao vivo na Gala, fez os presentes levantar os pés do chão, num momento mítico em palco. Manu Lima, Renée Cabral e Boy Gê Mendes saíram do palco sob uma grande ovação do público presente.

“É a música que nos identifica, que nos liga e que nos une”, afirmou o primeiro-ministro ao entregar o prémio aos elementos do Cabo Verde Show.

E para o final ficou o prémio mais aguardado da noite, que foi entregue pela organização. Soraia de Deus e Gilyto Semedo lembraram que esta é a quinta edição dos Cabo Verde Music Awards.

Lejemea “ficou fino” no final da Gala e literalmente “pulou” de alegria ao ouvir que era o vencedor na categoria “Música Popular do Ano”.Nos agradecimentos o cantor explicou “que apenas na música é que ficou ’fino’” e dedicou o prémio à família e aos que o têm apoiado na sua carreira musical.

O encerramento da Gala deu-se ao som do “Djan bira fino” com todos os artistas a cantar ao lado do cantor de Santa Cruz, inclusive o ministro da Cultura, Mário Lúcio Sousa.

 

ASEMANA

 

Facebook Comments
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: