Home / Cabo Verde / PO D’TERRA E STRIBILIN! Festival de Nha Santa Catarina homenageia os artistas João Cerilo e Gylito Semedo.

PO D’TERRA E STRIBILIN! Festival de Nha Santa Catarina homenageia os artistas João Cerilo e Gylito Semedo.


O festival de música de Nha Santa Catarina este ano homenageia os artistas João Cerilo e Gylito Semedo e tem lugar nos dias 21,22, e 23 de Novembro, sendo o último dia dedicado a crianças e jovens.

GYLITO-JOAO CERILO

João Cerilo e Gylito Semedo

Em conferência de imprensa, o vereador pela área da cultura e desporto, João Pereira informou que as actividades do dia do município e da Santa padroeira, Santa Catarina, iniciaram-se em Outubro com actividades desportivas, e o programa aposta na descentralização dos eventos.

O festival, que este ano é assumido pela câmara municipal, vai ser pago nos dias 21 e 22, no valor de 200 escudos/dia, com um cartaz que inclui mais de 50 artistas, mas no dia 23 vai ser dedicado às crianças e jovens e é gratuito.

De entre os artistas destacam-se os homenageados João Cerilo e Gylito, assim como Kino Cabral, Gama, Jennifer Dias, Djudja, Zé Delgado, Africa Rainbow, Kiddy, Nélson Júnior, Roger, Tony Fica, e Fidjus de Code de Dona.

João Pereira explicou que a ideia de homenagear estes dois artistas deve-se ao facto de serem filhos do concelho e duas gerações que têm contribuído pela música no país.

“João Cerilo desde anos 90 tem estado a promover a nossa cultura e sendo filho do concelho nunca foi reconhecido a sua obra, então decidimos homenageá-lo e, em relação ao Gylito, é um filho jovem deste concelho que tem dado um grande contributo na música cabo-verdiana, como artista e mentor do CVMA (Cabo Verde Music Awards”, disse.

Ainda no domínio cultural, informou que está previsto, o concurso de dança, o festival de talentos em Cruz Grande, o festival de batuque em Achada Lém, a realização do concurso Miss Santa Catarina, o festival de Funaná em Ribeira da Barca, o festival de Hip Hop, em Chão dos Santos, e a noite de guitarra em Assomada.

Exposição de pinturas e esculturas do artista Celestino Cabral, feira de Artesanato e Gastronomia, na Praça de Assomada, e uma feira de livro no Salão Nobre da Câmara municipal são outras das actividades culturais previstas.

O vereador destacou ainda o lançamento do livro sobre o Padre Louiz Allaz “ Uma estrela na madrugada cabo-verdiana”, do professor José Miranda.

As actividades encerraram-se com “chave de ouro”, segundo João Pereira, com uma tenda electrónica nos dias 23, 24 e 25, no polivalente de Assomada e ainda a eucaristia na igreja de baixo no dia 25 de Novembro, pelas 11:00.

Fez saber que todas estas actividades estão orçadas em cerca de 9 mil contos, contudo a câmara não gastará mais do que 3.000 contos, uma vez que conta com parcerias privadas.

CMSC/AM/Inforpress/Fim

 


Facebook Comments
Print Friendly, PDF & Email
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: