Home / Cabo Verde / Primeiro-Ministro anuncia três saídas e quatro entradas no Governo

Primeiro-Ministro anuncia três saídas e quatro entradas no Governo

]

Neves mexidas1

O anúncio foi feito, durante uma conferência de imprensa para o efeito, pelo Chefe do Governo, após a apresentação da referida proposta de remodelação governamental ao Presidente da República e que implica algumas “ligeiras mudanças” na estrutura governamental e também a nível dos titulares”, explicou José Maria Neves antes de avançar com os nomes em concreto.

 

Assim, destaca-se a entrada no Governo de Leonesa Fortes (actual PCA do INPS) para o lugar do Ministro Humberto Brito, implicando ainda uma ligeira mudança na estrutura do Ministério do Turismo, Industria e Energia que passa a intitular-se de Ministério do Turismo, Investimentos e Desenvolvimento Empresarial, pois a pasta dos investimentos, até esta ao encargo do Primeiro-Ministro passa para Leonesa Fortes.

 

Aqui a intenção é o reforço do sector dos investimentos e desenvolvimento empresarial que Neves considera “vital para o país”, no sentido de se poder atrair mais e melhores investimentos directos estrangeiros e privados em geral, para a dinamização e melhor apoio do sector privado e o seu financiamento, etc.

Outros destaques vão para as mudanças de pastas entre alguns ministros, sendo que Rui Semedo (até esta Ministro dos Assuntos Parlamentares) passa a juntar também a tutela da Defesa Nacional que antes pertencia a Jorge Tolentino. Este último, por sua vez, vai passar a assumir o cargo de Ministro das relações Exteriores, antes ao encargo do, também diplomata, Jorge Borges.

mascarenhas_demisNeste novo organigrama, a pasta da Presidência do Conselho de Ministros que estava com Tolentino é assumida por uma das novas caras deste Governo, o Jovem Démis Almeida, até agora Secretário do PAICV para o sector do Sal. Entre as incumbências de Almeida é de salientar a pasta da comunicação social, antes ao encargo de Rui Semedo. A separação, em relação ao organigrama anterior, da pasta da Presidência do Conselho de Ministros tem razão de ser, segundo José Maria Neves, pela necessidade da autonomização da referida pasta com o objectivo de se “reforçar a coordenação intragovernamental”.

 

As novidades não param por aqui, sendo que Neves anunciou o regresso do figurino de Secretário de Estado das Finanças, pasta que vai ser assumida pela jovem Hesana de Carvalho, até esta Directora-geral do Tesouro. Isto tendo em vista, diz Neves, o “reforço” da equipa do Ministério das Finanças, “tendo em atenção as profundas reformas em curso, designadamente as privatizações”, para que se possa “dar vazão ao volume do trabalho, das grandes reformas estruturais em curso e às privatizações”, explica.

As mudanças anunciadas implicam ainda a entrada de mais uma cara nova no Executivo, a actual embaixadora de Cabo Verde em Bruxelas, Maria Jesus Mascarenhas que ocupa a vaga, deixada em aberto por José Luis Rocha, de Secretaria de Estado dos Negócios Estrangeiros.

 

leonesa_esanaMudanças essas que no entendimento do Primeiro-Ministro, “não consubstanciam uma verdadeira remodelação governamental, mas são ajustes importantes para que o governo possa nos próximos meses realizar plenamente a sua missão que é de realizar o Programa de Governo”.

 

De referir ainda a extinção da figura de Secretário de Estado dos recursos Marinhos, cuja pasta é naturalmente absorvida pela Ministra das Infra-estruturas e Economia Marítima, Sara Lopes.

De saída do Governo estão então os ministros, Jorge Borges (Relações Exteriores) e Humberto Brito (Turismo, Industria e Energia), assim como o secretário de Estado dos Recursos Marítimos, Adalberto Vieira.

 

PM agradece desempenhos de Brito, Borges e Vieira

Entretanto, o Primeiro-Ministro escusou-se a confirmar ou desmentir quaisquer hipóteses aventadas na comunicação social em relação a outros cargos ainda vagos na administração pública, nomeadamente a de Governador do Banco de Cabo Verde e a Presidência do INPS, deixando esses anúncios para momentos mais oportunos.

 

Contudo, o Chefe do executivo fez questão de salientar e agradecer o “bom desempenho” e “empenhamento” que tiveram no desempenho das suas funções enquanto membros do Governo, sendo certo que deverão “oportunamente” ser indicados para outros cargos no país ou no estrangeiro.

 

De referir ainda que neste momento ficam vagas as posições de Governador do BCV, de PCA do INPS, bem como o cargo de embaixador de Cabo verde em Bruxelas e que deverão ser preenchidas nos próximos dias.

 

Ainda sobre a possibilidade levantada pela comunicação social sobre as prováveis saídas do Governo das Ministras Cristina fontes Lima e Janira Hopffer Almada, em virtude das suas candidaturas à presidência do partido que representam, o PAICV, Neves diz não entender haver quaisquer razões para o seu afastamento do Governo.

 

Veja mais fotos da conferência e ouça, na íntegra,  directamente neste link https://soundcloud.com/primeiro-ministro/pm-anuncia-mexidas-no-governo-18-09-14 da RádioPM a conferência na íntegra.

 

fonte: www.governo.cv

Facebook Comments
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: