Home / Blogs / Carlos Tavares / CARLOS TAVARES A ANTERO COELHO: A ARTE DE ESCREVER NÃO É UM PRIVILÉGIO SÓ DE DOUTORES E OU MESTRADOS.

CARLOS TAVARES A ANTERO COELHO: A ARTE DE ESCREVER NÃO É UM PRIVILÉGIO SÓ DE DOUTORES E OU MESTRADOS.


À atenção do camarada Antero Coelho: Apoiante da candidatura de Janira H. Almada

 

carlos tavaresNo artigo com o título “Os desatinos de Carlos Tavares”, o camarada Antero Coelho, em resposta ao meu artigo sobre a candidatura da camarada Janira H. Almada, vem esforçadamente defender a sua dama, numa atitude que considero normal e para a qual tem todo o direito.

No entanto, o mesmo direito não tem de deturpar as minhas ideias, lendo o que não escrevi e nem sequer pensei. Isto também me dá o direito de me defender, esclarecendo o que quis dizer e disse efectivamente, baseado em factos e não em conclusões de duvidosa correspondência com a verdade.

O MEU ARTIGO TENHA SIDO INTERPRETADO COMO INSULTO A TODOS OS APOIANTES

Na verdade, acho muito estranho que o meu artigo, baseado em factos e considerações aceitáveis sobre os mesmos, tenha sido interpretado como insulto a todos os apoiantes da camarada Janira H. Almada e pior ainda quando se diz que não me coíbo de “tratar como ladra e desonesta aquela que tem tudo para vir a ser presidente do PAICV”.

Decididamente, não me reconheço nesta afirmação, nem neste pensamento e por isso devolvo a autoria destas palavras tão gravosas que nunca me passaria pela cabeça pronunciar sobre quem quer que seja, muito menos sobre uma senhora, uma governante e uma camarada de partido.

Não me sinto inclinado a utilizar este tipo de recursos que só poderiam beneficiar quem tem falta de ideias ou fracos argumentos. A mim bastam a verdade e o senso comum para saber situar-me e debater os problemas onde existam e me afectem como membro de uma organização que me prezo de servir e defender.

FALO DE FACTOS. É MENTIRA QUE…?

É por isso que falo de factos e faço deles apreciações que me parecem justas, mesmo quando possam incomodar os espíritos mais sensíveis.

E já que estamos a falar em factos, sobre os quais o meu ilustre camarada não se pronunciou, acho que será importante perguntar o seguinte:

Antero CoelhoÉ mentira que em 2010 num dos meus Dez primeiros artigos que já lá vão por mais de duas centenas, escrevi um artigo intitulado; TERRORISMO NA NET, precisamente criticando tudo àqueles que de forma abusiva utilizam este meio de comunicação para difamar as pessoas e adulterar tudo?

Como posso aceitar deixar isso passar despercebido na minha própria casa?

É mentira que a página da candidata Janira H. Almada tem milhares de aderentes conseguidos através de patrocínios pagos à companhia Facebook?

É mentira que esta página não traz nada a não ser ideias gerais e anúncios de eventos?

É mentira que no inquérito do jornal on-line Notícias do Norte no qual ela aparece como virtual vencedora houve muita gente a fazer múltiplas votações para enganar a opinião pública?

É mentira que o que se ouve à boca cheia nos círculos sociais sobre o patrocínio de apoiantes com verbas do Ministério da Juventude Emprego e Desenvolvimento dos Recursos Humanos?

Pelo título e pelo conteúdo do seu artigo, imagino que o camarada poderá ser tentado a desmentir todas estas informações, uma coisa que de certo modo tentou fazer, mas com a prudência de não responder frontalmente às questões.

Em que se baseia para afirmar que o meu artigo é um conjunto de “insultos inqualificáveis, com intenções divisionistas e jhiadistas, cheio de baboseiras e masturbação mental”?

Como é sabido, o recurso a tantas considerações e adjectivos é um sinal mais do que certo de falta de argumentos sólidos, sem qualquer força ou capacidade de esclarecer ou convencer as pessoas.

 

A PRUDÊNCIA É BOA CONSELHEIRA

Antes de escrever com os nervos à flor da pele, devia o meu camarada Coelho munir-se de um pouco mais de inteligência e de contenção porque a prudência é boa conselheira e evita que a gente se meta a dizer coisas que logo são desmentidas por factos, verdadeiros e até do domínio público.

Como não teve este cuidado elementar e é capaz de reincidir, deixo aqui alguns sinais para a navegação dos mais incautos: nas reuniões de cúpula do nosso partido tem sido frequentes as discussões sobre atitudes que ferem a ética política e que não são outra coisa senão a utilização indevida de recursos do Estado para promover o apoio a uma determinada candidatura.

 

O PRESIDENTE DO PAICV FALOU DE QUEIXAS E RECLAMAÇÕES DE DEZENAS DE DIRIGENTES

Quem não se lembra do veemente apelo e chamada de atenção feito pelo Presidente do PAICV, na cerimónia pública da abertura do Conselho Nacional, que falou de queixas e reclamações de dezenas de dirigentes, centenas de militantes sobre excessos e utilização de recursos do Estado na campanha eleitoral interna.

A mensagem, mesmo sem mencionar o nome de ninguém, foi clara e toda a gente entendeu. Mas, o mais interessante foi que muitas pessoas na sala dirigiram o olhar para uma determinada pessoa. Terá sido coincidência?

Costuma-se dizer que para bom entendedor meia palavra basta, mas neste caso não foram meias palavras mas frases inteiras que não podiam deixar de ser interpretadas no mesmo sentido que as denúncias e os comentários que circulam no interior do partido e na sociedade.

Estes são os factos que apoiam a minha intervenção e o resto são argumentos que podem ser mais ou menos aceites, dependendo do ponto de vista de cada um.

Mas, como o meu amigo já disse que se ausenta definitivamente deste debate, acho que a nossa conversa vai ficar por aqui mesmo.

 

A MINHA ATENÇÃO É VIRADA EXCLUSIVAMENTE PARA O MPD

Camarada Coelho, não tenho tempo para responder aos meus próprios camaradas, porque a minha atenção é virada exclusivamente para o MpD, que é a nossa oposição e neles, que deveriamos estar concentrados. Neste momento eles devem estar a rir de nós porque o meu próprio camarada de partido desviou-me deles.

Camarada, saber não ocupa lugar e a arte de escrever não é um privilégio só de doutores e ou mestrados, mas sim de todos!?

 

Carlos Tavares

Setembro 1, 2014

?

 

 

Facebook Comments
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: