Home / Blogs / MAGMA SOUND: QUE GRANDE GRUPO MUSICAL

MAGMA SOUND: QUE GRANDE GRUPO MUSICAL


um djunta mon pa apoia nos mininus a realiza ses sonhus”.

 

carlos-tavares

Carlos Tavares

Tenho sido criticado por alguns, que me preocupo em escrever unicamente assuntos relacionado com a política. Felizmente que é uma ínfima parte que pensa assim, pois é uma crítica iníqua e falsa, embora sou de opinião, que cada um é livre para avaliar de forma que lhe é conveniente, ou também, de opinar de forma isenta e objectiva. Não é ético ser juiz em causa própria, mas não posso deixar de defender a minha pessoa, realçando que sou uma pessoa espontânea, que escreve sobre tudo e qualquer assunto que mexe de uma forma ou de outra a nossa comunidade, o nosso país, porque não o mundo. A título de exemplo recordo aos leitores de um artigo que saiu há bem pouco tempo, parabenizando uma associação da nossa comunidade, que tem como propósito auxiliar nossos conterrâneos que padecem de cancro. Isso é política?

 

Aliás, quero aqui deixar uma confissão. A maioria dos meus artigos acontece por inspiração de momento. E podem estar certos que nunca calo, quando julgo que algo deve ser dito. Porquanto, sou de opinião, que devemos partilhar as informações que dispomos com os menos avisados, não importa os meios utilizados, desde que os fins preconizados e as informações partilhadas sejam profícuos e críveis.

 

OS JOVENS ESPERAM MAIS DE NÓS

magna-soundA nossa comunidade deve ser zelosa e participativa, por que só assim inspiramos confiança e seremos exemplos para os mais jovens, ajudando-os a se libertarem dos vícios que grassam o mundo, evitando-os de um amanhã nebuloso e hediondo, em troca de um futuro radiante e aprazível.

 

A razão desta minha reflexão é um clamor de alerta, contra aqueles que sempre que há uma actividade juvenil na sua área de residência preferem ficar em casa em vez de os auxiliar. Essa nossa atitude, que na maioria das vezes é feita de forma imponderada, pode trazer consequências indesejáveis a este ou aquele jovem, que por ser fraco de espírito, pode sentir-se excluído ou preterido, levando-o a tirar ilações inadequadas com consequência imprevisíveis. Muitas vezes, põem de lado os seus sonhos, as suas aspirações, seguindo caminhos tortuosos e dúbios.

 

DJUNTA MON PA APOIA NOS MININUS A REALIZA SES SONHUS

Escrevo isso com conhecimento de causa. Digo isso em revolta do que aconteceu recentemente em Rhode Island, na final de “Todo Mundo Canta”, organizada pela Associação Infância Feliz, no CACD, em que três primorosas e proeminentes vozes estiveram no palco a cantar, numa sala praticamente “às moscas”. Temos que ter em conta que os jovens esperam mais de nós, contam connosco como suportes do seu provir. Pelo que deixo aqui o meu grito de revolta e o meu apelo de “un djunta mon pa apoia nos mininus a realiza ses sonhus”.

 

tudo mundo cantaBem, o objectivo que me levou a rabiscar este artigo, tem a ver com a actuação de um grupo musical que sempre mereceu a minha atenção e o meu arrimo em alcançar o grande anseio deles que é gravar um CD. E, sinto-me no dever de os ajudar, a alcançar este desígnio. E é, desde logo, uma tarefa agradável de cumprir, porque faz-me juntar o útil ao agradável, na medida em que os jantares de angariação de fundo foram feitas, nos fins-de-semana, no restaurante da minha preferência “O Tropical Restaurante”, aliás, diga de passagem, um espaço muito solicitado, pela nossa comunidade, aos sábados, para actividades culturais.

 

Perdeu quem não os viu actuar. São músicos promissores, com idade compreendida entre os 18 e 22 anos, que estão a tocar juntos há cerca de cinco anos e que têm cativando e encantado o público por onde passam, com melodias sublime e cativantes.

 

 MAGMA SOUND TEM VINDO ACOMPANHAR GRANDES VOZES.

Estou a escrever do grupo musical “MAGMA SOUND”, criado no ano de 2009, em Boston, por jovens engenhosos e muito profissionais. São eles, os irmãos Augusto e Paulo Pires, teclado e voz respectivamente, o guitarrista Tini  Cardoso, voz Djamila Cardoso, bateria Justimiano Pires irmão do Augusto e Paulo, em substituição daquele que foi o primeiro baterista Manny de Pina e viola baixo Anderson Fontes. De realçar, Magma Sound, nos poucos anos da sua existência tem vindo acompanhar grandes vozes da nossa panorama musical como; Graçe Êvora, Beto Dias, Vargas Monteiro, Ló, Juceila, Isidora, Jorge Neto entre outros.

 

Apesar de serem todos muito engenhosos, não podia deixar de destacar a adolescente, Tonia Garcia, de apenas quinze anos de idade, que tem uma voz para cantar e encantar. Aliás, uma das finalistas do concurso de vozes recentemente realizado.

 

Deixo aqui o meu reconhecimento público ao Vargas Monteiro que esteve à frente desta prestigiosa organização INFANCIA FELIZ – USA. A Tonia, dona de uma voz requintada e uma dançarina por excelência do funaná.

 

Não obstante Restaurante Tropical não apresentar-se cheio, nessa noite de convívio, como habitualmente, os que lá estiverem não deixaram os seus créditos por mãos alheias, aplaudiram, pularam, gritaram tornando o ambiente condizente com as actuações. Foram um público buliçoso que nunca deixou de aplaudir a Tonia e a Kelly Moreira, sendo esta última uma das convidadas que interpretou duas belas músicas.

 

Deixo aqui meus sinceros elogios ao grupo “MAGMA SOUND” e a todos que brindaram com a sua presença. Os meus enaltecimentos são extensivos à gerência do Restaurante que nos ofertou um cardápio apetitoso e de qualidade.

 

Para terminar, faço votos de ver no futuro este agrupamento musical melhor organizado. Sugiro, a utilização de uma Tshirt com o nome do grupo!

 

Tenho escrito

Carlos Tavares

27 Junho 2014

 

 

 

 

Facebook Comments
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: