Home / Blogs / Baroneza Project: as mulheres são “poderosas”

Baroneza Project: as mulheres são “poderosas”


Ronise Vieira, coordenadora Baroneza Project

Ronise Vieira, coordenadora Baroneza Project

PROJECTO BARONEZA: SENTIMENTO DE KRIOLAS EM POESIA

Um grupo de jovens do sexo feminino completou mais uma fase de “Baroneza Project”, em sessão de poesia, esta terça-feira, 3 de Junho, na biblioteca municipal da cidade norte-americana de Brockton.

 

“Baroneza Project”, sentimentos de kriolas em poesia, é composto por um grupo de vários escalões etários e etnias, liderado pela Ronise Vieira, e conta com o apoio organizativo de José Monteiro de “Movimento Shokanti”.

“Baronesa” prometeu que era o fim de um ciclo mas não das actuações.

A mesma revelou que, desde 2013, todas as terças-feiras, o grupo encontrava-se na biblioteca para redigir poemas por forma a desabafar os sentimentos, incentivar e empoderar a classe feminina.

 

Momentos marcantes

Uma das expressões fortes proferidas pela poetisa Djenny Pinheiro e partilhada é que as mulheres são “poderosas”.

Foi igualmente revelado que, em sessão de treino, uma criança surpreendeu os mais velhos ao resolver dar a conhecer o seu poema que, nesta sessão, foi lido pela mãe, Djenny.

“Baronesa” ficou visivelmente emocionada com os elogios e a declamação de um poema surpresa, em reconhecimento pela sua liderança, dedicado pelas colegas.

O evento foi encerrado com a actuação da artista Melisse Andrade, vencedora do prémio “Novos Talentos 2014” do concurso internacional de música portuguesa.

baroneza-group

Actuação e Participantes

Cerca de 13 de 15 “kriolas” declamaram poemas, por duas vezes, em versão inglesa e crioula, expressando o que as vá na alma.

Consta que a maioria das participantes é de origem cabo-verdiana. Apenas uma é de descendência asiática ou latina. No ano pasado participou uma haitiana.

Apesar do grupo ser maioritário composto por “kriolas”, “Baronesa” defende que o focus está na camada feminina.

Ainda foi apresentado um vídeo documentário que fala sobre a mulher, produzido por “1975 Productions” e “Mona Afro Films” gravado, na mesma cidade, nas instações comerciais de Alves Grocery de “Tchalê” e “Zinha” Alves.

Da lista dos participantes constaram os nomes de Ronise Vieira (coordenadora), Leylani Moniz, Riza Pereira, Jandira Sanches, Claúdia Évora, Djenny Pinheiro, Destani Alves, Isis de vasconcelos, Maria Amado, Alexis Vaz, Lauryn Monteiro e Evangelina Soto Lopez. Não compareceram mas foram agradecidos Ivana Lima e Carla Amado.

Estiveram na sala cerca de 75 assistentes que quase preencheram os lugares disponíveis.

 

shokantiParceria e Projectos

“Shokanti” adiantou que foi aconselhado pelo seu pai, que foi colega do pai de Ronise, por cerca de 10 anos, a trabalhar com a “Baronesa”. Esta considera que sem o apoio do parceiro não seria possível concretizar o projecto.

“Shokanti”, ainda, avançou que até o final do ano contam promover angariação de fundos com vista a lançar um livro dos poemas que foram declamados na sala e compilados no ano passado.

 

Por: Pedro Chantre

Facebook Comments
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: