Home / Blogs / OPINIÃO: Um tal artigo de um tal australiano está a suscitar reacções de várias pessoas. – por Valdir Alves

OPINIÃO: Um tal artigo de um tal australiano está a suscitar reacções de várias pessoas. – por Valdir Alves


valdir alvesVALDIR ALVES: POR MORRER UMA ANDORINHA NÃO ACABA A PRIMAVERA

Um tal artigo de um tal australiano está a suscitar reacções de várias pessoas. Para uns, o australiano tem toda a razão. Para outros ele foi contundente e infeliz com a sua crítica. Ainda há um grupo que entende que devemos ser humildes e aprender com as críticas do dito senhor.

 

Pois humildemente tentei encontrar algumas dicas digno desse nome para tirarmos algumas ilações positivas para o nosso discutido e discutível turismo. Cheguei à conclusão que o sujeito é preconceituoso demais e não é nada pedagogo com a sua forma de apreciar o que existe ou que gostaria que fosse à sua maneira.

Perante atitudes e críticas desse género precisamos elevar um pouco o nosso espírito nacionalista e patriota e perguntar ao homem se Mindelo é o único purgatório que encontrou neste palenta ao contrário de outras paragens do mundo onde só existem mar de rosas e paraíso terrestre que convidam os turistas de cruzeiros a saírem dos navios, sem deparar com um arrastão, atentados bombistas, susbúrbios anexos às áreas limítrofes de resorts com condições desumanas, doenças, prostituição infantil e tráfico humano.

Tudo isto a partir da leitura do artigo inserto no jornal A Semana.
[slideshow_deploy id=’6683′] “Lança duras críticas às gentes de Mindelo, desde o serviço de restauração, taxistas, ao aspecto arquitectónico de infra-estruturas como o mercado de peixe e a Réplica da Torre de Belém”. Na sua ignorância esperava encontrar a Torre Eifel ou a Torre de Babel no Mindelo? Gana de critica também!!!

“O escritor chega a aconselhar outros visitantes a não saírem do navio caso venham a aportar no Cais do Porto Grande”. Você que já viu ou ficou a saber de milhares de turistas que desembarcam no Porto Grande, acha que isto é uma crítica construtiva?

“Mostrando-se pouco interessado em descobrir o que de bom a ilha de São Vicente tem para oferecer, Tony Park começa por chamar o Mindelo de capital de Cabo Verde”.

Um escritor que não seja ignorante e de meia tigela, e minimamente informado, não confundiria Canberra com Sydney.

“ Park critica as ruas estreitas de Mindelo”. E porque nós teríamos que criticar as ruas estreitas de Downtown Boston? Não, porque são histórias e assim as encontramos e não vão destruir prédios para ampliar as ruas. Você que já andou pelas estreitas ruas de grandes cidades do mundo, acha que isto é crítica constrtutiva? É crítica gratuita de um frustrado, quiçá.

“Para o escritor, as gentes de Mindelo mostram-se apáticas perante a chegada dos turistas”. O que que é que ele queria? O carnaval o ano todo?

“O mercado de peixe é um lugar fedido e não turístico”. Em quantos países encontra um super-mercado de peixe super-perfumado, fora dos grandes resorts? Embora não queira dizer que não se pode melhor neste sentido.

“Tony Park critica ainda a Réplica da Torre de Belém”. Mas porquê? Esta definitivamente não compreendi. É a torre que ali existe. Faz parte da Cidade. Olha traga a Torre de Babel ou venha construir uma nova Twin Towers que nós agradecemos.

Às pequenas críticas que se deve levar em conta fica sem valor prático já que, na sua campanha difamatória de , vai mais longe ao afugentar os turistas com este roda-pé.
“se o seu navio de cruzeiro chegar às docas de Mindelo, fique a bordo”.
Caro Sr. Canguru, muitos milhares não vão seguir teus conselhos. Continuam a desfrutar do que temos (e ambicionamos ter mais e melhor, é certo), e a ti fica este adágio popular: “Por morrer uma andorinha não acaba a primavera”.

 

 

Por Valdir Alvesvia Facebook

 

Leia mais…

Facebook Comments
Print Friendly, PDF & Email
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: