Home / News / Opinião: A Presidente do GAPE deve ser demitida para credibilizar o partido.

Opinião: A Presidente do GAPE deve ser demitida para credibilizar o partido.


candido Rodrigues MpDA Presidente do GAPE deve ser demitida para credibilizar o partido

Num partido sério onde impera a democracia interna e a transparência a presidente do GAPE seria demitida logo de imediato, caso não pusesse, antes disso, o seu cargo à disposição.

Não seria necessário tanta barafunda, tanta desinformação, poderiam simplesmente nomear o coordenador de confiança, já que o Estatuto do partido não serve mais para nada e é constantemente alterado ao gosto do freguês!

Imaginem agora quando para se alterar ou justificar algo basta reunir a Comissão Política e aprovar deliberações enviando depois as actas aos reclamadores!

Sempre defendi a imparcialidade nos órgãos internos que funcionam como um tribunal isento, dando igualdade de oportunidades a todos dentro da esfera político-partidária. A última Convenção do MPD foi sem margens para dúvida um momento oportuno de implementar algumas reformas importantes no partido. O MpD não pode funcionar às ordens de interesses instalados numa lógica de eliminar aqueles que têm opinião diferente, ao estilo da Venezuela chavista.

O Gabinete de Apoio ao Processo Eleitoral é actualmente gerida por uma pessoa inexperiente e sem qualidades técnicas para dar seguimento aos diferentes processos quer a nível nacional ou mesmo na Diáspora. Após tudo o que aconteceu achamo-nos no direito de pedir a substituição desta senhora o mais urgente possível sob pena de colocarmos o partido num patamar de credibilidade duvidosa em que ninguém acredita e valoriza as decisões desse importante órgão. Não podemos colocar pessoas num importante órgão como e o GAPE só porque é sobrinha ou familiar de um dos Vices ou então é pessoa que segue rigorosamente as nossas indicações, isso nunca.

O partido actualmente não tem um staff de Secretariado forte porque impera aquilo que chamamos de “caça ao homem”. Nesta lógica, colocou-se nos lugares cimeiros pessoas que seguem rigorosamente todas as indicações superiores mesmo pondo em causa a credibilidade interna do partido, para depois se dizer que nenhum militante deve sair na praça pública para criticar qualquer situação interna porque temos “órgãos internos que tratam destes assuntos” (é a coisa mais hipócrita e falsa que já vi em toda minha vida).

Chegou a altura de se eleger a equipa do GAPE e todos os órgãos internos ou então promover concursos internos em que os candidatos a estes órgãos são devidamente seleccionados por uma equipa de júri com competência para tal e devem receber um salário para exercerem as suas funções de forma profissional e imparcial, evitando assim o discurso de que as pessoas do GAPE são “voluntários” e podem fazer o que bem entenderem porque não recebem salários. As quotas dos militantes e os subsídios do Estado são precisamente para estes fins. Só assim eliminaremos a mediocridade, dando lugar à competência e honestidade.

Assistiu-se nestas eleições internas uma necessidade grande de se fazer uma revolução urgente no MpD para por cobro aquilo que chamamos de conspiração política e rede de influências com estratégias bem definidas, em que o alvo não tem por onde mover para sair da teia montada. O combate interno é feito directamente com os tais órgãos supostamente imparciais da estrutura da Praia e ninguém tem a possibilidade de conseguir fazer o seu trabalho político de forma exemplar quando a luta é contra um sistema montado para proteger determinadas pessoas.

Pedimos com urgência a demissão dos membros do GAPE porque achamos que cometeram um crime eleitoral susceptível de um processo. Temos o direito de denunciar esta prática porque, partindo de várias evidências, não acreditamos nos órgãos internos do partido ao serviço de um grupo de pessoas. Para quem conhece este partido esta prática humilha qualquer militante honrado que escolheu o MpD como forma de lutar contra a injustiça.

Acreditamos que o partido tomará esta decisão para o bem de todos, porque, caso contrário, estaremos literalmente todos tramados.

Candido Rodrigues
USA

Facebook Comments
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: