Home / Cabo Verde / O Primeiro-Ministro presidiu a mais uma inauguração de Casa para Todos

O Primeiro-Ministro presidiu a mais uma inauguração de Casa para Todos


pm-14O Primeiro-Ministro presidiu nesta segunda-feira, a mais uma inauguração de um complexo Casa para Todos, desta feita em Palmarejo Grande, ao mesmo tempo em que foi feito o processo de selecção das casas deste e outros cinco edifícios do projecto e sublinhou a “ambição, ousadia e sensibilidade” do Governo com este programa que ainda que não resolva todos os problemas, é um contributo forte para a resolução definitiva do deficit habitacional em Cabo Verde.

Um programa “ambicioso”, “ousado” e que releva a grande “sensibilidade” deste Governo para com as questões sociais, sobretudo em relação à questão habitacional, começou por destacar o Primeiro-Ministro, José Maria Neves, durante a cerimónia da inauguração do complexo habitacional em Palmarejo Grande. Igualmente, José Maria Neves destacou, mais uma vez, a complexidade deste programa que engloba ainda a vertente da reabilitação de casas, para além do forte contributo para a urbanização e embelezamento das cidades, pois que engloba ainda arruamentos, construção de praças e outros equipamentos sociais, nomeadamente jardins infantis, parques de diversão, creches, para além de sedes de organizações sociais como o ICCA que está instalado na sua nova sede em Tira-Chapéu, etc.

pm-15-plaqueNa mesma ocasião o Chefe do Executivo garantiu que estão reunidas as condições para a sustentabilidade do projecto com a criação do Fundo de Segurança Habitacional, para apoiar as famílias no acesso ao crédito na banca para a aquisição das casas, para além de outros instrumentos como o Fundo de Investimentos e que já estão a funcionar.

 

“É um programa completo”, sublinha Neves que reforça ainda que outros aspectos como o pagamento dos condomínios e outras obrigações referentes à manutenção dos espaços comuns nestes edifícios. Da forma como está concebida, o Programa irá permitir, com as vendas das casas, que se possa alimentar o fundo para a construção de novas casas no futuro. Neves recorda que nesta primeira fase do programa Casa para todos (CpT) estão a ser investidos cerca de 200 milhões de euros, a partir de uma linha de crédito concessionada com o Governo português que é a grande parceira de Cabo Verde na materialização desta enorme realização. Nesta que é a primeira fase do CpT o Governo prevê construír cerca de 8 mil e 500 casas, sendo pelo menos 6 mil e 10 casas já estão em construção ou já foram lançados os concursos. Destas, pelo menos 700 habitações já estão prontas. Leia a reportagem completa no www.governo.cv

 

via Primeiro-Ministro /FB

 

 

Facebook Comments
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: