Home / News / TACV reduz voos para os Estados Unidos

TACV reduz voos para os Estados Unidos

tacv airlinesA decisão da companhia aérea nacional deve-se à necessidade de redução de custos e é considerada temporária, mas a comunidade cabo-verdiana nos Estados Unidos já reagiu negativamente.

A partir do próximo dia 15 de Outubro e até Março de 2014 a TACV passará a realizar um voo semanal entre Praia e Boston, com partida da capital cabo-verdiana na manhã de quinta-feira e regresso na noite de sexta-feira.

No entanto, a partir da segunda semana de Dezembro e até os primeiros dias de Janeiro, serão realizados dois voos semanais para dar vazão à demanda habitual da época das festas.

Para o presidente da agência Neves Travel em New Bedford, apesar de reconhecer que a TACV deve ter as suas razões, a decisão não teve em conta alguns aspectos importantes.

“Um empresário não pode ir a Cabo Verde numa sexta-feira e ficar à espera da segunda-feira para os seus contactos, porque é perder tempo e no caso dos emigrantes que vão as outras ilhas, como São Nicolau, por exemplo, será praticamente impossível ir por uma semana ou dez dias”, explica Tony Neves que espera uma mudança da medida o mais rapidamente possível.

Por sua vez, Andy Andrade, fundador da Cabo Verde Fast Ferry e presidente da Cabo Verde Online, classifica a decisão “de totalmente contraproducente” e diz que “vai em direcção contrária ao do Governo e de Cabo Verde que necessita de investimentos, mas a TACV pensa de forma diferente”.

Contactada pela rtc.cv, a TACV preferiu não se pronunciar por agora, mas admite fazê-lo brevemente, possivelmente ainda esta segunda-feira.

Inaugurada com uma frequência semanal há cerca de nove anos, a linha Cabo Verde-Estados Unidos passou a ter dois voos semanais em 2008.

No verão e durante o mês de Dezembro, chegaram a ser realizados 3 voos semanais.

Desde então, o tráfico de passageiros aumentou em cerca de 50 por cento.

No entanto, segundo fontes da companhaia, este aumento não é suficiente para garantir a rentabilidade de dois voos semanais, enquanto o boeing 757 não tem capacidade nem de passageiros nem de carga para responder à demanda com apenas um voo por semana.

ALA

fonte:  rtc

Facebook Comments
Print Friendly, PDF & Email
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: