Home / Uncategorized / Cabo Verde e a Santa Sé assinam a Concordata

Cabo Verde e a Santa Sé assinam a Concordata

Cabo Verde e Vaticano assinam acordo relativo ao estatuto jurídico da igreja católica no país

Mais um acordo internacional que o Estado de Cabo Verde rubrica hoje, desta feita para reconhecer a personalidade jurídica à Igreja Católica, bem como algumas regalias e benefícios, respeitando sempre a Constituição cabo-verdiana.

 

O documento que vincula as duas partes é assinado esta manhã por Jorge Borges, Ministro das Relações Exteriores de Cabo Verde e pelo Secretário do Vaticano para as Relações Exteriores, Dominique Mamberti.

 

O Padre Boaventura, em entrevista á Rádio de Cabo Verde, disse que ao contrário do que se pode pensar, o documento não pede privilégios para os cristãos, mas reconhece o papel da igreja católica na história de Cabo Verde.

 

O reconhecimento dos bens móveis e imóveis da igreja católica bem como a inviolabilidade dos templos católicos estão bem patentes no documento a ser rubricado hoje entre o Estado de Cabo Verde e a santa Sé. O acordo, segundo o Padre Boaventura, “traz mudanças para o crente, que verá assim a sua vivência religiosa mais regulada com normas, direitos e deveres”.

 

O Primeiro Ministro de Cabo Verde, José Maria Neves, ressalta o bom momento que se vive no relacionamento entre Cabo Verde e a Santa Sé, mas enfatiza também o facto do acordo a ser assinado esta manhã ser “o primeiro do género entre o Vaticano e um Estado da África Ocidental, abrindo caminho para uma maior intervenção da Igreja católica em áreas como educação e saúde”.

 

O dia de hoje será um momento histórico nas relações entre o Estado de Cabo Verde e o Vaticano. A Santa Sé aproveita a deslocação de seu Secretário das Relações Exteriores a Cabo Verde para condecorar o Embaixador Domingos Mascarenhas, que representa Cabo Verde na Santa Sé e que deve ceder o lugar a Antero Veiga, actual Ministro da Habitação e Ordenamento do Território.

 

O Secretário das Relações Exteriores da Santa Sé, Dominique Mamberti, será recebido pelo primeiro Ministro, numa visita de cortesia, antes da assinatura da Concordata no Palácio do Governo. Após a assinatura do acordo, Dominique Mamberti entrevistará com o Presidente da Assembleia Nacional e será recebido pelo Chefe de Estado, Jorge Carlos Fonseca.

 

fonte:  Redacção RCV

 

 

Facebook Comments
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: