Home / Uncategorized / Primeiro Ministro felicita José Eduardo dos Santos pela “histórica reeleição”.

Primeiro Ministro felicita José Eduardo dos Santos pela “histórica reeleição”.


Primeiro Ministro felicita José Eduardo dos Santos pela vitória nas eleições angolanas

“É com enorme prazer e satisfação que tenho a honra de, em nome do Governo da República de Cabo Verde e em meu nome próprio, lhe transmitir as nossas mais vivas e calorosas felicitações, extensíveis igualmente ao partido vitorioso que Vossa Excelência lidera, o MPLA”, escreveu José Maria Neves na mensagem enviada ao Presidente eleito de Angola. O primeiro-ministro José Maria Neves, felicitou hoje (05) o Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, pela “histórica reeleição”, desejando-lhe votos de sucesso.

“É com enorme prazer e satisfação que tenho a honra de, em nome do Governo da República de Cabo Verde e em meu nome próprio, lhe transmitir as nossas mais vivas e calorosas felicitações, extensíveis igualmente ao partido vitorioso que Vossa Excelência lidera, o MPLA”, escreveu José Maria Neves na mensagem enviada ao Presidente eleito de Angola.

Primeiro-Ministro, José Maria NevesNa carta, o chefe do executivo elogia “a maturidade e a forma serena como a grande nação angolana participou nas eleições gerais de 31 de agosto” e reitera a sua vontade e empenho pessoal em continuar a aprofundar e fortalecer as relações políticas, de amizade e de cooperação, em prol dos interesses dos dois países.

“Gostaria, igualmente, de lhe expressar a inteira disponibilidade do meu Governo para, conjuntamente e em convergência com o Governo angolano, prosseguirmos na via da intensificação da concertação político-diplomática a favor da paz, da segurança e do desenvolvimento, com especial enfoque na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa – CPLP e na União Africana”, refere.

O Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) no poder desde a independência do país em 1975, ganhou com maioria qualificada (72,24 por cento) as eleições gerais angolanas de 31 de agosto, segundo os resultados provisórios.

À luz da Constituição angolana, aprovada em 2010, José Eduardo dos Santos, no poder há 33 anos, foi eleito indiretamente Presidente da República, na qualidade de número um da lista do MPLA, obtendo pela primeira vez, em mais de três de décadas, a legitimidade num processo eleitoral completo para exercer o cargo.

A União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA) conseguiu 18,47 dos votos, enquanto a Convergência Ampla para a Salvação de Angola – Coligação Eleitoral (CASA-CE) concentrou 5,91 por cento dos escrutínios e com os valores da abstenção a rondar os 40 por cento.

fonte:  REDACÇÃO, com a Lusa

Facebook Comments
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: