Home / Uncategorized / Homicídio em São Martinho: Nigeriana condenada a 13 anos de prisão

Homicídio em São Martinho: Nigeriana condenada a 13 anos de prisão

A mulher acusada de ter assassinado à facada, em Setembro de 2011, o técnico de radiologia do Hospital Regional de Santiago Norte Albino (Bino) Fernandes foi condenada pelo Tribunal do Comarca da Praia a 13 anos de prisão por homicídio simples. Jennifer Wagboe, de nacionalidade nigeriana e que manteve um relacionamento amoroso com a vítima, deve ainda pagar 1200 contos de indemnização aos familiares do técnico. O Ministério Público vai recorrer da sentença, soube o asemanaonline.

Homicídio em São Martinho: Nigeriana condenada a 13 anos de prisão

Tudo aconteceu no dia 23 de Setembro de 2011. Jennifer assassinou com requintes de crueldade o ex-namorado – pisou-lhe a cabeça com um bloco, cortou-lhe a língua e o pénis e ainda desferiu no seu corpo vários golpes de faca – em São Martinho Grande, concelho de Ribeira Grande de Santiago.

Tinha a chave da casa, entrou, matou e voltou a fechar a porta deixando a sua vítima a esvair-se em sangue. Tudo porque Bino estava a namorar uma colega de trabalho no Hospital Regional Santiago Norte e não queria mais nada com ela. E Jennifer já tinha jurado que o ia matar e terá chegado a dizer que se não namorasse com ela, não ficaria com vida para mais ninguém.

Ao que tudo indica, depois de golpear Albino e de este ter caído ao chão, Jennifer ter-lhe-á cortado a língua, o que poderá, suspeitam as autoridades, ter algum significado religioso.

Jenniffer que não chegou a confessar o crime: Ficou a aguardar o julgamento do caso em prisão preventiva, sob a acusação de homicídio agravado. E agora o Tribunal condenou-a a 13 anos de cadeia por homicídio simples. A sentença não agradou ao MP, que vai recorrer da decisão do juiz.

@Asemana

Facebook Comments
Print Friendly, PDF & Email
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: