Home / Cabo Verde / Ministra Marisa Morais promete combate “apertado”

Ministra Marisa Morais promete combate “apertado”

Ministra promete combate “apertado” aos fenómenos da delinquência e criminalidade

marisa_morais

Cidade da Praia, 18 Mai (Inforpress) – A ministra da Administração Interna, Marisa Morais, reconheceu hoje na Cidade da Praia, a necessidade de um combate apertado aos fenómenos de pequena delinquência e criminalidade que tem vindo a afectar os centros urbanos no país.

Marisa Morais que falava na cerimónia de empossamento do novo Director Nacional da Polícia, referia-se à imagem de insegurança que este fenómeno tem atribuído ao país e prometeu agir com base no programa do Governo para reforçar a segurança pública e diminuir a delinquência juvenil. Perante este facto a ministra disse que a Polícia deve actuar para garantir o sentimento de seguridade, pois, a segurança subjectiva é um bem que permite que os cidadãos sejam mais livres e desenvolvam a sua personalidade. “A Administração Interna e a Polícia Nacional tem um papel preponderante na resolução do sentimento de segurança ao cidadão, evitando a tentação de meras soluções propositadas ou estigmatizantes, pois, os locais onde ocorrem violência podem ser muito distintos dos locais onde têm origem”, disse. Conforme Marisa Morais não se pode olhar para os espaços como guetos e supondo que ai existe tudo: os problemas e soluções. De acordo com a ministra, os problemas relacionados com a violência urbana protagonizados por jovens, ou com violência doméstica devem ser encarados como preocupações multissectoriais e que desaguam sempre em questões de segurança. Nesse âmbito, a governante que aponta factores como a proximidade e visibilidade da polícia como essenciais para dar respostas ao sentimento de insegurança, admite que deve haver investimentos contínuos na modernização e organização da polícia, bem como investimentos de recursos humanos e meios operacionais. “O aumento em cerca de 70 por cento da Polícia Nacional, nos últimos cinco anos, traduz o empenhamento do governo em melhorar e intensificar a capacidade operacional e dotar das condições necessárias ao bom desempenho da sua missão”, frisou. O novo Director Nacional da Polícia, João Domingos Gomes de Pina, ao usar da palavra prometeu utilizar a sua competência para garantir mais e melhor segurança pública, e prestar um bom serviço às comunidades destas ilhas. “Tendo em conta as exigências e as próprias contingências inerentes às actividades policiais, vamos pugnar para que a capacidade de liderança, de relacionamento interpessoal e do diálogo permanente sejam atributos indispensáveis ao nosso desempenho profissional”, sublinha. Segundo João Domingos Gomes de Pina, a emergência da Polícia Nacional no quadro de um novo modelo organizacional e perspectivado na mira do reforço da capacidade operacional, da eficácia da coordenação, merece ser aprimorado, para se garantir uma melhor integração das várias áreas policiais. “É bom dizer que a par do aprimoramento da integração da polícia, novos desafios se colocam hoje no domínio do combate à criminalidade e à insegurança. Por isso, no campo operacional queremos ter uma presença ostensiva e permanente junto da comunidade com reforço de capacidade de respostas”, prometeu. Gomes de Pina sublinhou ainda que aposta na formação contínua, razão por que quer adequar os programas curriculares à nova realidade para que todos, chefes ou agentes possam responder com imparcialidade e profissionalismo os novos desafios da segurança e da ordem pública. PC Inforpress/Fim

Facebook Comments
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: