Home / Uncategorized / Ministros do Ambiente da CPLP concertam no Sal participação na conferência “rio + 20”

Ministros do Ambiente da CPLP concertam no Sal participação na conferência “rio + 20”


O 5º Encontro dos Ministros do Ambiente da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) acontece de hoje (02) até sexta-feira, na ilha do Sal, com o slogan “Construindo Consensos a Caminho da Conferência Rio+20”.

Segundo o ministro do Ambiente, Habitação e Ordenamento do Território, Antero Veiga, ouvido pela Inforpress, o encontro é um espaço privilegiado para o reforço de laços de cooperação técnica e parcerias num domínio “tão importante” porque é transversal a todo o processo de desenvolvimento de cada um dos Estados-membros.

Ainda de acordo com a agência estatal, na sua mensagem de boas vindas a o governante indicou que os desafios são comuns, “a vontade de as superar é grande” e as soluções estão ao alcance de todos, pelo que se juntos agirem serão, certamente, mais eficazes e eficientes na obtenção dos resultados pretendidos.

Veiga lembrou ainda que a humanidade enfrenta a necessidade urgente de recentrar as discussões e abordagens da problemática ambiental, compatibilizando-a com as dimensões económicas e sociais.

“Os esforços que se fazem para o preservação e promoção do equilíbrio ambiental só fazem sentido numa perspectiva integrada, gizando a promoção do bem-estar dos cidadãos, garantindo-lhes melhor qualidade de vida e assegurando um ambiente mais saudável às gerações vindouras”, sustenta-se.

O encontro tem como meta preparar a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, Rio +20, agendada para os dias 20, 21 e 22 de junho, na cidade brasileira do Rio de Janeiro, na qual os países lusófonos pretendem participar em uníssono.

O Diretor-geral do Ambiente, Moisés Borges, citado pela Inforpress, revelou que sobre a mesa do encontro estará a materialização de um plano de actividades conjunto para rentabilizar a participação dos países de expressão portuguesa naquela conferência e poder mobilizar mais financiamentos.

Sobre os possíveis temas a serem levados na perspectiva da CPLP para o Rio +20, Borges apontou a problemática da água para as cidades, para a agricultura e indústria e a melhoria do abastecimento e da qualidade da água.

De igual modo, prevê-se abordar a importância que representam os Estados insulares para o equilíbrio do ecossistema mundial, mas também a sua vulnerabilidade face aos fenómenos extremos relacionados às mudanças climáticas, por exemplo.

Ainda de acordo com a mesma fonte, a questão da segurança alimentar é também uma das ‘bandeiras’ que a CPLP, em princípio, irá apresentar junto da cimeira, entre outros temas que serão debatidos nesta reunião da ilha do Sal.

fonte:  REDACÇÃO

Facebook Comments
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: