Home / Uncategorized / Uma mensagem do primeiro-ministro no dia da poesia e da árvore

Uma mensagem do primeiro-ministro no dia da poesia e da árvore


Hoje é dia da poesia e da árvore. Quero continuar de pé, firme como uma árvore. Quero plantar árvores e escrever poesia. Quero sonhar, viver e criar. Quero o amor, a paz, a fraternidade.

Árvores já plantei muitas, de todas as cores, grandes e pequenas. Rosas colhi muitas, por isso deixo dois pequenos poemas, em homenagem a todos os poetas, às arvores, aos pais e às mulheres:

I

Na espuma das ondas
Um mar revolto
Um amor solto
Uma sereia
E vi depois
Eras tu

II

Um pássaro voa
e no amor penso

Dentro de mim
esta dor infinita
que tua
não posso fazer

É mesmo assim:
põe-me de joelhos
o amor

Ser pássaro
é meu destino

III

Na casa de banho
21 de Março
Gotas de água
deslizam pelo meu corpo
Do outro lado da rua
uma árvore
Tantas as árvores
que morrem
nos Marços
de todos os anos
Finjo que é dor
a dor que me vai na alma
e decido plantar uma árvore

 

por Jose Maria Pereira Neves

 

 

 

Facebook Comments
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: