Home / Uncategorized / Vida e obra de Norberto Tavares vão ser publicadas em livro

Vida e obra de Norberto Tavares vão ser publicadas em livro

Vida e obra de Norberto Tavares vão ser publicadas em livro 23 Dezembro 2011

A vida e obra de Norberto Tavares vão ser publicadas em livro. Esta foi a recomendação deixada numa mesa redonda realizada na quinta-feira, 22, por vários especialistas que apresentaram diferentes facetas do mestre que conseguiu encantar o mundo não só pela sua simplicidade, mas pela voz e música. Esta iniciativa agradou ao grupo Tropical Power que se fez presente no encontro.

Vida e obra de Norberto Tavares vão ser publicadas em livro

“Cada pessoa trouxe para a mesa um aspecto de Norberto que acha interessante ou importante para que outras pessoas fiquem a conhecer mais a fundo o legado de Norberto, como cidadão, artista, cantor e civista. Houve muita coisa que ouvi da boca de participantes e senti-me mais rico em termos de conhecimento sobre o meu irmão. Como cada um percebe, recebe e entende Norberto na sua maneira de passar a mensagem. Todas as ideias vão ser agora compilados para que as pessoas possam conhecer a vida e suas composições”, diz Totó, membro de grupo Tropical Power que está contente pela organização do evento.

Entretanto, em nome do grupo, Totó aplaude o “excelente trabalho” dos artistas Djinho Barbosa, Steve Andrade, Zeca e Zézé di Nha Reinalda que cantaram várias músicas de Norberto mas também dos oradores falaram do artista, principalmente como o mestre conseguia “transmitir a mensagem, expressar sentimentos e emoções, através das cordas vocais, ou melhor é um cantor que conseguiu abranger todas as tonalidades de voz, médio a aguado”.

O que faltou no encontro foram jovens, no entender do grupo. “Havia jovens que estavam na praça sem fazer anda e que podiam ser chamados para ouvir essas mensagens”, já que se quer transmitir a mensagem de Norberto para gerações futuras.

Sobre uma certa polémica debatida no encontro, sobre quem terá sido o primeiro cantar funaná – Katchas ou Norberto – Totó diz que se está perder tempo em decifrar: “Há duas histórias, de ambos dos lados. Mas, Djinho pôs uma paz nesse assunto e de uma maneira ‘sabi’. Disse que estamos a gastar energia numa questão que não está a ser resolvida e não estamos a captar as mensagens de Norberto e Katchas”. Aliás, diz, “Norberto nunca preocupou em ser o primeiro a gravar funaná”.

AN

http://asemana.sapo.cv/spip.php?article71430&ak=1

Facebook Comments
Print Friendly, PDF & Email
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: