Home / Cabo Verde / Centenas de pessoas renderam a última homenagem a Aristides Pereira

Centenas de pessoas renderam a última homenagem a Aristides Pereira


Um último adeus ao primeiro Presidente de Cabo Verde

aristides pereira funeralHoje, 27 de Setembro, tiveram lugar na Assembleia Nacional as cerimónias fúnebres oficiais, com honras de estado, do primeiro Presidente cabo-verdiano, Aristides Pereira. Na Casa Parlamentar estiveram presentes os chefes de Estado de Cabo Verde e da Guiné-Bissau, bem como o Primeiro-ministro e membros do Governo, corpo diplomático, deputados e sociedade civil. O antigo presidente da República Pedro Pires que fez a oração fúnebre revelou que este foi um “momento complicado, de ruptura e de despedida”.

Muitos cabo-verdianos quiseram despedir-se daquele que foi o “primeiro chefe de Estado que o país conheceu”. O hall da Assembleia Nacional foi pequeno para a quantidade de pessoas que marcaram presença na cerimónia.

A cerimónia começou com o hino nacional passando-se para a leitura de uma biografia onde foi salientado o percurso do falecido presidente e do seu contributo para a construção do país. De seguida houve um momento cultural, com mornas interpretadas por um grupo de vários músicos cabo-verdianos de renome, entre eles, o ministro da Cultura, Mário Lúcio Sousa, os irmãos Kim e Tó Alves, entre outros.

Pedro Pires recorda o camarada que “tirou Cabo Verde do fundo do poço”

Companheiro de luta do falecido presidente, coube a Pedro Pires fazer a oração fúnebre na cerimónia. O antigo presidente lembrou que Aristides Pereira pertenceu a uma geração que fizera a “caminhada árdua” para buscar um lugar ao sol.

Lembrando que foi este o homem que “tirou Cabo Verde do fundo do poço” enquanto o primeiro Presidente de novo Cabo Verde livre, Pires recordou o percurso deste homem cujo nome é indissociável da história do país.

Para o ex-presidente da República, Aristides Pereira foi um “homem que esteve presente em todos os “momentos críticos” da vida do PAIGC” e um líder que cumpriu o seu papel e o seu compromisso para com o país.

Pedro Pires passou ainda a mensagem de que a família do falecido camarada não será esquecida pelo antigos companheiros de luta e amigos.

“Aristides Pereira deixa um legado de luta e de profundo compromisso com Cabo Verde”, Jorge Carlos Fonseca

O recém-eleito Presidente da República fez a leitura de uma mensagem a seguir ao Pedro Pires, em que teceu largos elogios ao primeiro Presidente que “este país conheceu”.

Evocando a “complexa gestão das expectativas de um povo” que Aristides Pereira teve de fazer a quando da independência do pais, Fonseca afirmou que o falecido presidente foi um líder que participou activamente na construção do Estado cabo-verdiano.

“Aristides Pereira deixa um legado de luta e de profundo compromisso com Cabo Verde”, declarou Jorge Carlos Fonseca.

“É preciso que os cabo-verdianos conheçam o contributo de Aristides Pereira para Cabo Verde”, JMN

No final da cerimónia, José Maria Neves revelou à imprensa que vai ser realizado um simpósio internacional em Cabo Verde como uma forma também de homenagear o falecido Chefe de Estado já que “é preciso que os cabo-verdianos conheçam o contributo de Aristides Pereira para Cabo Verde e para África.” O evento ainda não tem data marcada, mas o PM garante que vão estar presentes representantes de vários países do Mundo e que este vai ser um espaço de debate onde será lembrado Aristides Pereira e o seu legado.

Outra homenagem a Aristides Pereira vai ser a atribuição do nome do primeiro Presidente da República ao aeroporto internacional da Boa Vista, terra natal do falecido, uma decisão que já está tomada mas que ainda não tem data prevista.

O Presidente da Guiné-Bissau, Malam Bacai Sanhá, acompanhado de vários veteranos de guerra da independência do país, esteve presente nas cerimónias fúnebres. Falando à imprensa, Sanhá referiu que trata-se da perda de “um pai para a Guiné”. No final a primeira-dama guineense fez questão em oferecer, num gesto simbólico, um pano tradicional da Guiné-Bissau às filhas do falecido presidente.

Amanhã o corpo de Aristides Pereira segue para a Boa Vista onde tem lugar uma cerimónia fúnebre privada. Pedro Pires revelou que vai estar presente no evento.

Aristides Pereira faleceu aos 87 anos, faleceu na quinta-feira passada em Coimbra. Estava afastado da vida política activa há mais de 20 anos.

 

http://noticias.sapo.cv/info/artigo/1189248.html

Facebook Comments
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: