Home / News / Novas directrizes para a Imigração: crueldade e não segurança

Novas directrizes para a Imigração: crueldade e não segurança


Novas directrizes para a Imigração têm a ver com crueldade e não segurança

O departamento de Segurança Interna dos EUA emitiu um extenso conjunto de ordens na passada terça-feira com vista a implementar a directriz do Presidente Trump para reforçar o cumprimento da lei da imigração e deportar mais imigrantes indocumentados.

Os novos memorandos afastam-se das políticas de deportação de administrações presidenciais anteriores em várias maneiras significativas. O processo de “remoção acelerada” permite que os agentes do Serviço de Imigração e Alfândega dos Estados Unidos (ICE) deportem pessoas quase logo a seguir de serem apreendidas.

Sob a administração de Trump, a remoção acelerada será expandida para incluir imigrantes que encontrados em qualquer lugar no país e que residem aqui há menos de dois anos. As directrizes também instruem a ICE e a Agência de Protecção de Alfândegas e Fronteiras a revigorar o programa 287 (g), que encarrega polícias locais e agentes do xerife a auxiliarr na deportação.

As novas directivas não mencionam quaisquer alterações ao programa Acção Diferida para Chegadas na Infância (DACA). Mas apenas porque os memorandos não mencionam o programa não significa que está seguro.

Trump tem vacilado sobre se deve terminar o programa, e a Casa Branca ainda está a tentar identificar maneiras de acabar com as protecções dos jovens sem criar uma tempestade de controvérsia.

Estes novos memorandos devem desencadear a sua propria tempestade de controvérsia. Eles deixam claro que quase todos os imigrantes indocumentados estão agora em risco, não importa onde vivem ou qual seja o seu estatuto. Esta nova abordagem não se refere à segurança pública; é excessiva e cruel.

@Spinola64

 

New immigration guidelines are about cruelty, not safety

 

The U.S. Department of Homeland Security issued an extensive set of orders last Tuesday that lay out plans to implement President Trump’s directive to increase immigration enforcement and deport more undocumented immigrants.

The new memos depart from deportation policies of previous presidential administrations in several significant ways.

The “expedited removal” process allows Border Patrol and Immigration and Customs Enforcement (ICE) agents to deport people nearly as soon they are apprehended.

Under Trump, expedited removal will be expanded to include immigrants who are found anywhere in the country and have been here for up to years.

The directives also instruct ICE and the Customs and Border protection agency to reinvigorate the 287 (g) program, which deputizes local police officers and sheriff’s deputies to assist with deportations.

The new directives don’t mention any changes to the Deferred Action Childhood Arrivals (DACA) program. But just because the memos don’t mention the program doesn’t mean it’s safe. Trump has gone back and forth about whether to end the program, and the White House is reportedly still identifying different ways to end the young people’s protections without creating firestorm of controversy.

These new memos should set off their own firestorm of controversy. They make it clear that nearly all undocumented immigrants are now at risk, no matter where they live or what status is. This new approach isn’t about public safety; it’s overreaching and cruel.

@Spinola64

 

for more information:

https://www.usa.gov/immigration-and-citizenship

 

 

 

Facebook Comments
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: