Home / News / Presidente da Tanzânia,o Bulldozer, já ficou na memória das pessoas.

Presidente da Tanzânia,o Bulldozer, já ficou na memória das pessoas.


Os cortes inacreditáveis desde que é Presidente da Tanzânia já fazem eco

tanzania2É o recém-eleito Presidente da Tanzânia e já ficou na memória das pessoas. Também conhecido por Bulldozer pelas mudanças radicais que implementou, John Magufuli tem 56 anos e assumiu a liderança do país a 5 de Novembro de 2015.

Os cortes inacreditáveis desde que é Presidente da Tanzânia já fazem eco:

  • Pela primeira vez em 54 anos, a Tanzânia não vai celebrar oficialmente o dia da Independência, 9 de Dezembro, porque Magufuli defende ser “vergonhoso” gastar rios de dinheiro nas celebrações quando “o nosso povo está a morrer de cólera” – nos últimos três meses morreram pelo menos 60 pessoas vítimas de cólera
  • Não há mais viagens para fora, as embaixadas deverão tratar dos assuntos no exterior. Se for necessário viajar, uma permissão especial deverá ser dada pelo Presidente ou pelo seu Chefe de Gabinete
  • Acabaram-se as viagens em 1ª classe e executiva– com excepção do Presidente, o Vice-Presidente e o Primeiro ministro
  • Acabaram-se os workshops e seminários em hotéis caros, quando há tantas salas de ministérios vazias
  • O Presidente Magufuli perguntou por que motivo os engenheiros recebem V8s (modelo de carro topo de gama) se as carrinhas são mais práticas para o seu trabalho
  • Acabaram-se os subsídios. Por que motivo são pagos subsídios se vocês recebem salários; aplicável também aos parlamentares
  • Todos os indivíduos ou empresas que tenham comprado empresas do Estado, que foram privatizadas, mas não fizeram nada com elas (passados 20 anos) ou as fazem recuperar imediatamente ou devem devolver ao governo
  • John Magufuli cortou o orçamento da inauguração do novo Parlamento de 100 mil dólares para 7 mil dólares.

voaportugues.com

 

 

Tanzania officials jailed after turning up late for a meeting

tanzaniaDar es Salaam (AFP) – Six government officials in Tanzania were jailed this week after turning up late for a meeting, reports said Friday, amid a government campaign to tighten standards and tackle corruption.

“The officials spent six hours in custody following the order by the district commissioner,” the Uhuru newspaper reported Friday, in an editorial praising the move.

“They showed up two hours earlier on the following day,” it added.

The local government official in a suburb of the main city Dar es Salaam ordered his six colleagues be locked up after they turned up over three hours late for a meeting he had called at 8:00 am about land disputes.

The commissioner reportedly said the tardiness of the public servants was “irresponsible.”

Tanzania’s President John Magufuli earlier this month ordered government officials to solve a string of problems that the people face including thousands of land disputes, which often are compounded by corrupt officials.

Earlier this week, Magufuli scrapped independence day celebrations to spend the money on a clean-up campaign as Tanzania struggles with an outbreak of cholera.

“It is so shameful that we are spending huge amounts of money to celebrate 54 years of independence when our people are dying of cholera,” Magufuli said in a statement read on state television on Monday.

Magufuli, who took power earlier this month after winning October 25 elections, has introduced a swathe of austerity cuts and crackdowns on public corruption.

@news.yahoo.com

 

 

Facebook Comments
Print Friendly, PDF & Email
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: