Home / Cabo Verde / [VIDEO] Marcelino Santos: Encontro de Profissionais da Comunicação em Cabo Verde 2015

[VIDEO] Marcelino Santos: Encontro de Profissionais da Comunicação em Cabo Verde 2015


Encontro de Profissionais da Comunicação em Cabo Verde 2015: Marcelino Silva Santos, Ministra Fernanda Fernandes, Norberto Carvalho Silva.
apresentado por Ministério das Comunidades em Cabo Verde.


 

Cabo Verde cria rede para melhorar comunicação com diáspora

fernanda fernandesPraia, Cabo Verde (PANA) – A criação de uma rede de comunicadores para melhorar a comunicação e informação de Cabo Verde com a sua diáspora figura entre as recomendações saídas de um encontro de dois dias de profissionais dos média cabo-verdianos que trabalham no país e no estrangeiro, apurou a PANA, na cidade da Praia, de fonte oficial.

Este encontro, denominado “Cabo Verde, país de emigração: os desafios da informação/comunicação”, reuniu jornalistas locais e outros agentes que trabalham em estações de rádio, televisão, jornais e órgãos online dedicados à emigração cabo-verdiana.

Em destaque esteve a emigração cabo-verdiana em países como a Alemanha, Argentina, Estados Unidos, França, Holanda, Inglaterra, Luxemburgo, Portugal, Senegal e São Tomé e Príncipe.

norberto-carvalho

Norberto Carvalho Silva

Esta reunião, promovida pelo Ministério das Comunidades com o objetivo de debater temas relacionados com a comunicação entre Cabo Verde e a sua diáspora, recomendou também a utilização das tecnologias de informação para melhorar a comunicação entre Cabo Verde e a sua diáspora.

Os participantes recomendaram ainda o reforço do uso da língua cabo-verdiana pelos profissionais de comunicação, “sem pôr de parte” a língua do país de acolhimento.

A criação de um Centro Multimédia para a África Ocidental, o aproveitamento de quadros da diáspora na produção dos conteúdos educativos, a elaboração de estudos de suporte aos serviços públicos de comunicação que sirvam os interesses do povo cabo-verdiano, figuram também na lista das recomendações.

O encontro reconheceu ainda a necessidade de os médias priorizarem a produção de conteúdos educativos, que facilitem a aprendizagem e ajudem no desenvolvimento social e mental dos Cabo-verdianos da diáspora.

Os participantes reconheceram que as tecnologias informacionais trouxeram “enormes ganhos” nas possibilidades de comunicação entre a diáspora cabo-verdiana e os residentes no país de origem, e que os meios de comunicação social têm um “grande potencial” para apoiar no processo educativo da comunidade emigrada.

O Ministério das Comunidades justificou a realização do evento com o facto de, apesar de Cabo Verde ter “avançado grandemente” no domínio das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), ainda existir o desafio de uma comunicação “mais eficiente” entre os Cabo-verdianos, no país e na diáspora, tendo em conta a dispersão e diversidade da sua população.

“Com o desenvolvimento de Cabo Verde regista-se a necessidade de uma melhor circulação de informação, para valorizar ainda mais as potencialidades da diáspora e o seu envolvimento no desenvolvimento do país”, afirmou a ministra das Comunidades, Fernanda Fernandes na abertura do encontro.

Foram abordados no encontro temas como “A comunicação entre a diáspora e Cabo Verde esteve, desde sempre, no topo da agenda dos governos de Cabo Verde”, “A nação cabo-verdiana é por excelência uma nação diaspórica, constituindo a marca identitária cabo-verdiana”.

-0- PANA CS/IZ 01maio2015
01 Maio 2015 10:17:02
http://www.panapress.com/Cabo-Verde-cria-rede-para-melhorar-comunicacao-com-diaspora—3-630434553-45-lang4-index.html

Facebook Comments
Download PDF
Google+
%d bloggers like this: